Posted tagged ‘Valdivia’

Os melhores dentre os piores

03/11/2011

Alguns de nossos amigos ficaram inconformados com a minha humilde opinião de que o Valdívia é um dos melhores camisas 10 que jogam no futebol brasileiro. Alguns motivados por simples paixão futebolística, outros com um certo embasamento fático. Por um momento cheguei a me questionar: será que estou falando algum absurdo, interrogação. Logo percebi que não. E a despeito do que diz meu amigo Bairão –  o rei da noite na Nestor Pestana – , para quem “só se explica quem deve”, vou me justificar para que todos possamos refletir sobre o atual momento do futebol brasileiro.

Infelizmente, devemos reavaliar os conceitos sobre o que é bom no futebol brasileiro. Os paradigmas são outros. Há 20 anos, a referência de um bom camisa 10 era o Djalminha. Hoje não. Quem nos dias atuais joga 50% do futebol dele, interrogação. É o Ganso e olhe lá. Portanto, quando hoje se fala em melhor do Brasil, evidentemente devemos nos basear no que o futebol atual oferece. E o que o Brasil oferece hoje é medíocre. Basta ver quem joga na atual seleção brasileira. Até o Elias, que toca de bico, é convocado.

Vou dar outro exemplo. Se alguém por aí dizer que o Zé Love é um dos melhores atacantes atuando no futebol brasileiro, é possível dizer que esse alguém é louco por dizer isso, interrogação. Num primeiro momento, a afirmação pode soar bastante estranha. Quem é Zé Love, interrogação. Meu Deus. Mas se esse alguém pedir para você citar 3 jogadores da mesma posição que jogam mais, você perceberá que a opinião dessa pessoa não é tão absurda assim.

Assim, quando afirmo que o Valdívia é um dos melhores camisas 10 jogando no Brasil, estou baseando minha opinião na realidade do futebol brasileiro. E a realidade me permite ter essa opinião e não ser acusado de excêntrico, demente ou alienado. Basta um pouquinho de reflexão e uma rápida comparação.

Vamos lá. O Valdívia está “oceanicamente” distante de qual camisa 10 que joga no Brasil, interrogação. Quais são os camisas 10 que jogam nos principais clubes brasileiros, interrogação.

Como possíveis camisas 10, o São Paulo tem o Marlos, Ilsinho e Lucas. O Corinthians tem o Bruno Cesar e o Danilo. O Flamengo tem o Thiago Neves e o craque do Viaduto do Chá. O Fluminense tem o Conca e o Souza. O Grêmio tem o Douglas e o Carlos Alberto. O Internacional tem o tal de D’Alessandro. O Cruzeiro tem o Montillo e o Roger. O Atlético Mineiro tem o Mancini e o Ricardinho. O Botafogo tem o Renato Cajá. E por aí vai a mediocridade.

Colocadas as bases para a comparação, a pergunta que não quer calar é a seguinte: quem desses jogadores joga mais de 10% do que joga o Valdívia. Na minha humilde opinião, só o Ganso do Santos. Tirando aqueles que jogam bem menos (os do São Paulo, Corinthians, Botafogo etc.), o resto está no mesmo patamar. Escolher os melhores é  uma questão meramente de gosto pessoal.

Enfim, quando digo que o Valdívia é um dos melhores camisas 10 do Brasil, não estou querendo dizer que ele é craque, fenomenal, fora de série, um novo Pelé… Nada disso. Só estou dizendo que ele se destaca no meio da mediocridade do futebol brasileiro.

Vinicius (ex)Avallone

Anúncios

Uma noite perfeita

09/26/2010

Tudo deu certo na noite de ontem para o Palmeiras.

Se for para comparar com os últimos jogos, o time jogou até que bem. Diria que foi uma das melhores partidas no campeonato brasileiro. Valdívia, por exemplo, mostrou que ainda tem um pouco de magia. Até o Lincoln 79/79 jogou – cansado, mas jogou – seus 5 minutos e fez gol. E o mais inacreditável: Rivaldo entrou em campo e acertou o cruzamento que resultou no terceiro gol do Palmeiras. Por falar em Rivaldo, será que tem alguma relação entre as vitórias do Palmeiras nos últimos jogos e a sua saída do time, interrogação.

É certo também que o adversário facilitou as coisas. O Flamengo é formado por um bando de refugos e alguns dependentes de Adriano e da Vila Cruzeiro. O exemplo da refugaiada está na linha de ataque. Renato, Kleberson e Deivid. Este último, a propósito, está passando férias no Rio de Janeiro. É ele no Flamengo e o  Fred no Fluminense. Os times do Rio de Janeiro realmente não são levados a sério por esse tipo de jogador. São quase 10  jogos e nada. Sou mais o Val Baiano, o maior ídolo do Flamengo na atualidade.

E o Petkovic então, interrogação. Eu sei que existem algumas questões jurídicas que impedem a diretoria de tirá-lo do time, mas é fato que ele seria mais bem aproveitado no time do Showbol. Pelo menos lá ele jogaria com outras pessoas com a mesma idade e preparo físico. É sério, pois apesar da técnica diferenciada, uma pessoa com 40 anos não consegue acompanhar  o ritmo de um jogo de futebol profissional atualmente. A diretoria tem que entender que o aconteceu no ano passado foi um acaso. A dependência de Petkovic não pode durar para sempre.

Enfim, ganhar do Flamengo hoje não é lá essas coisas. Apesar disso, não se pode negar que os volantes de Scolari bem ou mal começam a dar algum resultado.

Vinicius (ex)Avallone, o Silas balança na Gávea; sinto cheiro de poker

Charlatão ou má fase, interrogação

09/20/2010

Cadê o Valdívia, interrogação.

Está todo mundo comentando.

O jogador realmente vem mostrando um futebol medíocre. O palmeirense tem que reconhecer. Falta tudo a ele. Preparo físico e técnico. Isso que dá passar tanto tempo no futebol árabe, japonês etc. Quando retornam ao futebol brasileiro os jogadores sentem e muito (menos falta de dinheiro, lógico).

Quando saiu do Palmeiras era conhecido como mago. Hoje está mais para charlatão. És charlactonismo, diria Padre Quevedo. Meu Deus, exclamação. Quanto pagaram mesmo para repatriar o jogador, interrogação. A esperança é que o próximo ano repita o de 2008.

Apesar de tudo isso, Valdívia não pode ficar de fora do time. Em terra de cego, quem tem um olho é caolho. Se pelo menos o Lincoln estivesse jogando, o técnico poderia afastar o chileno para aprimorar o físico e a técnica. Mas nem isso. O carro batido mor não sai da oficina. Há 2 dois meses diziam que em 15 dias ele retornaria. Até agora nada. Suspeito da má vontade do jogador, mas não esqueço que o departamento médico do Palmeiras é ineficiente.

Vinicius (ex)Avallone

Vendendo a alma para o coisa ruim

07/27/2010

O Professor Belluzzo está tentando salvar seu mandato de qualquer maneira.

Surpreendeu a todos e contratou de uma vez grandes ídolos da história recente do Palmeiras. Luis Felipe Scolari, Kleber Gladiador e Mago Valdívia.

Para bom entendedor, o Professor Belluzzo quis dizer mais ou menos o seguinte com essas contratações, caso venha a ser criticado futuramente: “Fiz o possível e o impossível. Se não ganhamos nada, a culpa não foi minha”. Realmente o presidente do Palmeiras demonstrou um pouco de vontade nos últimos meses do seu mandato. Em cima da hora, reforçou o tão criticado time. Ao menos parece que vai salvar o time do rebaixamento.

Só espero que para tentar livrar sua barra, o Professor Belluzzo não tenha vendido a alma do Palmeiras para o diabo. Pois que é estranho que um time que não consegue nem pagar os salários dos jogadores arrume dinheiro para comprar Kleber, Valdívia e trazer Felipão, é estranho, exclamação.

Parcerias, patrocinadores, palmeirenses endinheirados. O dinheiro provavelmente vem dessas fontes. Contudo, não se pode perder de vista que nada sai de graça. Amigos, amigos, negócios a parte.

Coitado do próximo presidente do Palmeiras. A conta fica para ele pagar.

Vinicius (ex)Avallone, será que agora vai, interrogação

Conta outra Belluzzo

05/16/2010

É só a crise voltar a se instalar nas alamedas do Parque Antartica que a turma do Professor Belluzzo solta alguma lorota na imprensa para tentar acalmar os ânimos da pobre torcida alviverde. O jornal colorido é o primeiro. Diria que é o “TV Fama” da mídia esportiva.

Só que já está se tornando cansativa essa tática da diretoria do Palmeiras. Ninguém aguenta mais tanta besteira. É só estourar uma crise que lá vem a história do Valdívia, ou do Kleber Gladiador, ou da Arena Palestra Itália e, a mais recente, do Luis Felipe Scolari – o blog já comentou sobre isso lá em fevereiro.

O Professor Belluzzo deveria tratar os torcedores com mais respeito, e não como idiotas. Se tivesse um mínimo de dignidade ele viria a público e diria logo que a principal meta deste ano já foi cumprida: a queda do Corinthians na Copa Libertadores. Aliás, este foi o maior título da gestão Belluzzo. E que fará de tudo para cumprir a segunda meta: a manutenção do time na série A.

Ora, como contratar o Valdivia se o Palmeiras não consegue pagar nem o salário do Robert. E outra coisa. Com o Robert no ataque, o Palmeiras pode contratar o Valdivia, o Messi e o Taddei que o problema não será resolvido.

Vinicius (ex)Avallone, e tira a mão de mim, exclamação


%d blogueiros gostam disto: