Posted tagged ‘Soberano’

Soberano

09/14/2010

O filme do Sâo Paulo Futebol Clube enfim saiu do papel. Por isso, vale a pena rememorar o post abaixo:

SOBERANIA POLÊMICA

Na onda do arquirrival Corinthians, o São Paulo Futebol Clube está produzindo um filme sobre sua história. O nome não poderia ser mais apropriado: “Soberano”. Lógico. Vindo da diretoria do São Paulo, conhecida pela sua prepotência e arrogância, não se poderia esperar outro nome.

O filme ainda está em fase de produção. Era para ter sido lançado em 2009, mas como o São Paulo acreditava que o clube seria campeão brasileiro no ano passado, preferiu deixar o lançamento para este ano. Espevaram incluir as cenas do provável título, mas não deu certo. Restou falar “apenas” dos 6 títulos brasileiros, 3 libertadores e 3 mundiais.

O roteiro do filme ainda é uma incógnita. História é o que não falta na vida do São Paulo, clube de inúmeros títulos e histórias polêmicas. A única coisa que se sabe é que haverá cenas gravadas por torcedores. Quem quiser participar pode enviar as imagens para o site http://www.filmesoberano.com.br.

Certo mesmo é que, para a tristeza de quem gosta de história, o filme não abordará algumas passagens importantes do clube,  juradas como verdadeiras por muitos daqueles que eram vivos à época, tais como:

a) a falência do clube em 1934 e novamente nos anos seguintes, vindo a sobreviver graças a fusão com o glorioso C.A. Estudantes da Mooca;

b) o clube foi salvo de nova falência por um jogo beneficente entre Palestra Itália e Corinthians, evento que ficou conhecido como o jogo da barrica, pelo fato de terem sido colocadas barricas na entrada do estádio para o povo jogar dinheiro e ajudar o São Paulo a pagar suas dívidas;

c) a tentativa fraustrada de se apropriar do Estádio Palestra Itália, futuro ex-Arena Palestra Itália, por ocasião da 2ª guerra mundial;

d) a fuga do gramado para não ser goleado pelo Palmeiras, na final do Paulistão de 1942;

e) a construção do seu estádio com dinheiro público;

f) a falsificação do fax pelo seu maior ídolo Rogério Ceni, na época também em negociação com o arquirrival Corinthians;

g) o fiasco da exclusão do Morumbi como sede da Copa do Mundo de 1914.

E por aí vai. Ainda bem que o SPFC tem o 6-3-3 para ofuscar tudo isso.

Vinicius (ex)Avallone

Anúncios

Soberania polêmica

06/29/2010

Na onda do arquirrival Corinthians, o São Paulo Futebol Clube está produzindo um filme sobre sua história. O nome não poderia ser mais apropriado: “Soberano”. Lógico. Vindo da diretoria do São Paulo, conhecida pela sua prepotência e arrogância, não se poderia esperar outro nome.

O filme ainda está em fase de produção. Era para ter sido lançado em 2009, mas como o São Paulo acreditava que o clube seria campeão brasileiro no ano passado, preferiu deixar o lançamento para este ano. Espevaram incluir as cenas do provável título, mas não deu certo. Restou falar “apenas” dos 6 títulos brasileiros, 3 libertadores e 3 mundiais.

O roteiro do filme ainda é uma incógnita. História é o que não falta na vida do São Paulo, clube de inúmeros títulos e histórias polêmicas. A única coisa que se sabe é que haverá cenas gravadas por torcedores. Quem quiser participar pode enviar as imagens para o site http://www.filmesoberano.com.br.

Certo mesmo é que, para a tristeza de quem gosta de história, o filme não abordará algumas passagens importantes do clube,  juradas como verdadeiras por muitos daqueles que eram vivos à época, tais como:

a) a falência do clube em 1934 e novamente nos anos seguintes, vindo a sobreviver graças a fusão com o glorioso C.A. Estudantes da Mooca;

b) o clube foi salvo de nova falência por um jogo beneficente entre Palestra Itália e Corinthians, evento que ficou conhecido como o jogo da barrica, pelo fato de terem sido colocadas barricas na entrada do estádio para o povo jogar dinheiro e ajudar o São Paulo a pagar suas dívidas;

c) a tentativa fraustrada de se apropriar do Estádio Palestra Itália, futuro ex-Arena Palestra Itália, por ocasião da 2ª guerra mundial;

d) a fuga do gramado para não ser goleado pelo Palmeiras, na final do Paulistão de 1942;

e) a construção do seu estádio com dinheiro público;

f) a falsificação do fax pelo seu maior ídolo Rogério Ceni, na época também em negociação com o arquirrival Corinthians;

g) o fiasco da exclusão do Morumbi como sede da Copa do Mundo de 1914.

E por aí vai. Ainda bem que o SPFC tem o 6-3-3 para ofuscar tudo isso.

Vinicius (ex)Avallone, ansioso pela estréia do filme em algum dos cinemas da Avenida Ipiranga e arredores


%d blogueiros gostam disto: