Posted tagged ‘Mano Menezes’

Elias, Jucilei, Douglas…

11/17/2010

Na estreia de Mano Menezes no comando da seleção brasileira foi possível perceber que Douglas, Elias e Jucilei não estão no lugar certo. O lugar deles é no campeonato brasileiro, contra o Avaí, Vitória, Goiás, enfrentando jogadores do nível do Rivaldo, Réver, Gum. Seleção é coisa séria, ainda mais contra a Argentina.

Também foi possível perceber, de uma vez por todas, que o Ronaldinho Gaúcho já deu o que tinha que dar na seleção. O jogo de hoje serviu para calar a boca daqueles que disseram que se o craque do Viaduto do Chá estivesse na Copa do Mundo o resultado do Brasil seria outro.

Por fim, é de se repensar o Robinho no ataque da seleção, já que o Brasil já achou um substituto com o mesmo estilo de jogo, porém com mais ânimo.

Vinicius (ex)Avallone

Vai entender…

09/28/2010

No mês passado o técnico Mano Menezes convocou a seleção exclusivamente para fazer treinamentos.

A desculpa foi que a CBF não conseguiu arrumar nenhum adversário que estivesse à altura da seleção brasileira.

Agora a CBF anunciou o amistoso contra a seleção do Irã.

Suponho então que o time de Ahmadinejad esteja à altura da seleção brasileira.

Agora entendi a razão pela qual Elias, Réver, Mariano e alguns outros foram convocados. Era para nivelar…

Vinicius (ex)Avallone, sobre o Elias, veja o resultado da enquete ao lado

Seleção brasileira

09/23/2010

Mariano, Réver, Wesley, Carlos Eduardo, até o tal de Elias, o Ezequial da Nova Era.

Será mesmo que é o melhor que o Brasil tem hoje, interrogação.

Se for, é melhor começar a repensar essa história de celeiro de craques, país do futebol etc.

Vinicius (ex)Avallone, sei que muitos não concordam, mas esse Elias é muito, muito caneleiro

Já vai começar…

08/19/2010

Além de tudo o que já foi falado no post anterior, hoje surgiu outra. A seleção brasileira anunciou que vai convocar jogadores que atuam na Europa só para treinar. Repito: a que ponto chegamos, interrogação.

Ora, não tem sentido algum tirar os jogadores dos seus times – que praticamente ainda estão em pré-temporada – e reuni-los só para treinar pela seleção. Teria algum sentido se o técnico Mano Menezes pudesse chamar todos aqueles que ele entende que formam hoje a seleção para entrosar a equipe. Mas não. Ele só vai chamar os jogadores que atuam na Europa, lembrando que a (suposta) base do time na última convocação era de jogadores que atuam no Brasil.

E mais. O time vai treinar para o quê, interrogação. É dinheiro e tempo perdidos. Quer dizer, dinheiro é algo que eu não sei se está sendo perdido. Infelizmente estou sentindo cheiro de esquema no ar. A confirmação vem amanhã, com o anúncio dos jogadores. Se aparecer um Afonso da vida…

Vinicius (ex)Avallone

Um novo Brasil

08/10/2010

1. Não dá para reclamar da atuação do Brasil. Foi um jogo de uma equipe só. Méritos da seleção brasileira, demérito da seleção americana. A única coisa a reclamar é do tal de Paulo Cesar Vasconcellos do Sportv. O cara é simplesmente intragável. Como alguém pode ser pago para falar que “o jogador não poderia dominar essa bola, mas sim bater de primeira forte e no ângulo”, interrogação e exclamação. Não parece, mas existe comentarista pior do que o Neto.

2. A dupla estreante Neymar e Ganso jogou bem. Só acho que o Ganso poderia atuar de uma forma menos arrogante e mais participativa. Alguém precisa avisar que ele tem ainda um longo caminho a percorrer até ser quem ele pensa que é. Acho que ele não sabe, mas se saísse do estádio andando pela porta da frente e no meio da torcida americana, ninguém iria saber quem ele é.

3. O Mano Menezes começou a partida de forma ofensiva. Lógico. Era obrigação. Depois do que foi feito na última Copa do Mundo, até o Celso Roth começaria o seu primeiro jogo na seleção com 3 atacantes. Mas não pode passar despercebido o fato da seleção ter terminado a partida com 3 volantes. É melhor o torcedor não se iludir com a fase ofensiva do Mano Menezes. É para inglês ver.

4. Seria uma seleção renovada se não fosse a presença de Robinho. Ele já disputou duas Copas do Mundo. Em ambas afirmou que se consagraria como melhor jogador do mundo. Fracassou em ambas. Participações pífias. Ainda há lugar para ele na seleção, interrogação. Já não existe um jogador com o seu perfil no processo de renovação (Neymar), interrogação. Por que convocar Robinho e deixar de chamar jogadores que mostraram mais em suas passagens anteriores, como Juan e Lúcio, interrogação. O pior de tudo é vê-lo como capitão do time. Que exemplo para os jogadores que estão chegando agora, exclamação.

Vinicius (ex)Avallone

Mano Menezes é o esquema

07/26/2010

Sob o pretexto de ser ético e cumpridor de suas obrigações, Muricy Ramalho preferiu continuar trabalhando no Fluminense. A meu ver o técnico não foi ético. Foi medroso. Assim como é medroso em suas escalações e opções táticas. Preferiu ficar escondido ao invés de se expor na seleção brasileira. Pior para o Fluminense, que está iludido com a campanha no campeonato brasileiro até agora. Mais 5 rodadas e o técnico vai estar na corda bamba.

Para o lugar dele foi chamado outro retranqueiro contumaz. Mano Menezes. Para mim não dura até a Copa do Mundo. Será um tampão, assim como seria Muricy Ramalho.

Várias pessoas não queriam ele na seleção, não muito por conta da sua capacidade, mas sim em razão da sua honestidade. Dizem que o treinador tem esquema com o empresário dele, um tal de Carlos Leite. O indício dessa relação obscura é que vários jogadores de qualidade discutível contratados pelo Corinthians eram desse empresário.

Ao menos na sua primeira convocação, Mano Menezes contrariou algumas expectativas. Muito se falou hoje em Chicão, William, Roberto Carlos, Elias, Bruno César, Dentinho, Jorge Henrique etc. Ou seja, todos acreditavam que o time do Corinthians seria a base da seleção brasileira, o que daria ampla margem para os críticos do treinador já começarem a alegar a existência de esquema logo na primeira convocação.

No entanto, o treinador demonstrou que não é tão idiota ao ponto de se queimar logo no início do seu trabalho.  Do Corinthians convocou apenas Jucilei, que embora até outro dia era reserva do time, é um dos únicos do time com idade olímpica, pretexto da renovação pretendida por Ricardo Teixeira.

Agora, se vai rolar ou não esquema na seleção, só o tempo dirá. A propósito, seleção brasileira com esquema é meio redundante. Mano Menezes é só mais um ingrediente.

Vinicius (ex)Avallone

Tem culpa o Ronaldo, interrogação

05/11/2010

A blindagem do Ronaldo continua. E mais eficiente do que nunca.

Como sói acontecer após a eliminação do Corinthians na Copa Libertadores, torcedores e imprensa começaram a procurar o culpado pela eliminação. Um novo Roger Pega-Pega ou um novo Coelho. Alguém para ser escorraçado.

Pela ordem natural das coisas, especialmente no mundo do futebol, o maior vilão deveria ser Ronaldo. Ora, ele ganha no mínimo 5 vezes mais do que qualquer outro jogador do clube, o time joga em função dele, o cara é tido como um fenômeno e, não obstante tudo isso, Ronaldo não se preparou adequadamente, tanto na parte física como na parte técnica. Todos apostavam nele e ele não retribuiu. Na tentativa de se defender quando colocado na parede por um jornalista mais ousado, Ronaldo alegou que foi um dos jogadores que mais treinou em 2010. Lógico, se mal jogou, tinha mesmo que treinar.

Mas a despeito disso tudo, o nome do Ronaldo não foi lembrado pelos jornalistas e pela grande massa da torcida corintiana. Dos primeiros não se esperava outra coisa. É inimaginável assistir alguém da Rede Globo falando algo contra Ronaldo. Mas da parte dos torcedores não entendi. Por muito menos outros ídolos corintianos do naipe do Ronaldo foram sacrificados pela torcida. Carlito Tevez, por exemplo, apesar de se doar ao máximo pelo time, no melhor estilo corintiano, saiu do Corinthians brigado com a torcida.

O foco dos torcedores é Mano Menezes, que até ontem, segundo eles próprios, era um dos maiores técnicos do Brasil e, de repente, não presta mais. O Neto não me deixa mentir. Estranho. Muito estranho. Quem acompanha de fora, assim como eu, sabe que o peso do Ronaldo na eliminação do Corinthians é bem maior do que o do Mano Menezes. Sem nenhum trocadilho. Mano Menezes sempre foi isso que se viu na última quarta-feira. Cauteloso, beirando a parvoíce. E assim conquistou a série B, o Campeonato Paulista e a Copa do Brasil. Ronaldo, por sua vez, caiu muito de rendimento. Graças a sua total falta de comprometimento.

Mano pode cair. Se isso acontecer, será pior para Ronaldo. Ele vai perder o que parece ser um baita boi-de-piranha e logo mais é o seu que vai para a reta.

Vinicius (ex)Avallone, questão de opinião


%d blogueiros gostam disto: