Posted tagged ‘fluminense’

Ainda sobre o Thiago Neves

01/17/2012

Ainda sobre Thiago Neves, Fluminense e Flamengo, será que a diretoria do Fluminense não pensou na dignidade, na honra do clube quando cogitou contratá-lo, interrogação. Contratar esse cidadão – e pior, exaltar a sua contratação e valorizá-lo com um salário astronômico – depois de tudo o que ele fez e falou do clube quando jogava no Flamengo é uma clara demonstração de que o Fluminense está se apequenando, se humilhando por um jogador qualquer.

Pior é ouvir o discursinho sem vergonha do jogador (“Agradeço ao presidente Peter Siemsen e ao Dr. Celso Barros por estar voltando pra casa. Sinto o conforto, o prazer e a segurança de defender o clube que me ajudou a crescer na profissão“). Sério, eu no lugar do jogador não teria coragem para falar uma coisa dessa. Pediria para não ser nem apresentado. Vestiria a camisa e iria treinar. Tem que ser muito inescrupuloso para fazer algo semelhante.

E a torcida, interrogação. O que pensa, interrogação. Aposto que a maioria não está nem aí pelo que aconteceu na época em que o jogador fazia juras de amor ao maior rival e desdenhava do Fluminense (lembro quando ele chegou no Flamengo e disse que estava por feliz por enfim jogar em um time grande; se bem que a rigor ele não falou nenhum absurdo). Infelizmente é uma característica do povo brasileiro, que esquece o passado e aceita qualquer coisa.

Vinicius (ex)Avallone, quem é Barcos, interrogação. Lembra-me o Finazzi…

Anúncios

Patrícia, o mundo dá voltas

01/16/2012

Não adianta brigar contra o clichê “o mundo dá voltas”, ou então o “aqui se faz aqui se paga”.

Quem hoje reclama da suposta falta de ética do Fluminense por contratar o Thiago Neves é quem há alguns meses atrás tentou forçar a saída do Kleber do Palmeiras sem falar antes com o clube detentor dos direitos sobre o jogador – o que no mundo do futebol é considerado como anti-ético.

E a meu ver o Fluminense não faltou com a ética. O Fluminense só agiu após perceber que o Flamengo não conseguiria convencer o time dono dos direitos sobre o jogador a aceitar a sua proposta de pagar o valor da compra a prazo – aliás, só os idiotas acreditam na promessa de pagamento do Flamengo.

Ora, o Fluminense não podia ficar a mercê de um fato praticamente impossível de ser realizado – o Flamengo convencer os árabes a aceitarem a proposta de pagamento parcelado. O clube tem que se planejar, treinar o time, dar ritmo ao jogador. O Flamengo teve quase dois meses para fazer o negócio e não conseguiu. A fila andou e o Fluminense, que até que foi muito paciente, agiu no momento oportuno.

Ainda falando do Flamengo, não entendo a insistência do clube em ficar com o Ronaldinho Gaúcho. Será que o ano passado não serviu para o Flamengo perceber que o Ronaldinho é na verdade um grande ônus, interrogação. Na média, seu desempenho em campo foi pífio. Quando contratado, a ideia era fazer com que a contratação do jogador rendesse patrocínios milionários. Não vi o jogador nem fazendo propaganda para o Criança Esperança.

Ainda assim o Flamengo acha que o jogador pode dar algum resultado, dentro ou fora de campo, interrogação. Assim como só os idiotas acreditam que podem receber algo do Flamengo, só os idiotas ainda acreditam nesse tal de Ronaldinho Gaúcho.

Vinicius (ex) Avallone

Procura-se

03/02/2011

Os currículos podem ser enviados para a Rua Álvaro Chaves número, 41 – Laranjeiras, Rio de Janeiro – RJ – Brasil; CEP 222231-200, telefone ( 021 2553-7240 e Fax 2553-2898.

Noite dos castigos

02/24/2011

Contagem regressiva para o atual campeão brasileiro. É a prova de que não há perseguição nas minhas palavras. Basta conhecer um pouco de futebol para notar que Muricy Ramalho é um grande embusteiro (embosteiro teria mais sentido). Ele pode ganhar vinte campeonatos brasileiros que mesmo assim não me engana.

E o Botafogo de Joel Santana, time que o Framengo de Ronaldinho não passou de um empate angustioso, perdeu para o River Plate de Sergipe. Castigo. Quem joga contra um time sergipano com 3 volantes merece um aneurisma cerebral. Com esse resultado, surgiu uma dúvida lógica: se o River Plate de Sergipe venceu o Botafogo e o Framengo não, isso significa que o time sergipano é melhor do que o time do Ronaldinho, interrogação. Tema para ser discutido nos saudáveis debates que costumam ser travados nos comentários deste blog.

O Palmeiras fez o que se esperava. Jogou fora de casa contra o Comercial, uma das grandes forças do Piauí, e ganhou. Não é para qualquer um, pois todos sabem como é difícil vencer o Comercial. O Bode da terra dos Carnaubais, como é conhecido o glorioso Comercial, não perdia um jogo desde junho do ano passado. O time só não eliminou a partida de volta pois Felipinho teve a brilhante ideia de tirar Valdívia para colocar um volante. A maldição dos volantes não perdoa. Sorte dos jogadores do time piauiense, que terão a oportunidade de vir a São Paulo e conhecer escada rolante, carro importado e iPhone.

E o Gabriel Silva, interrogação. Meu Deus. Sinto o Rivaldo cada vez mais titular no time do Felipinho. E o Caio teve a audácia de dizer que o Gabriel Silva é um jogador importante para o time.

O destaque na transmissão foi o massagista do Comercial, que pode se candidatar a uma vaga na seleção de ginástica olímpica brasileira, no lugar de Diego Hypólito, um dos varões símbolos da torcida foderosona. Outro destaque ficou por conta de um sujeito de Buri/SP que perguntou ao Caio o que faz mais falta ao Palmeiras, um camisa 9 ou o Edinho. Só posso acreditar que em Buri não tem televisão. E o Caio ainda teve a coragem de dizer que a pergunta foi interessante. Que falta faz o Casagrande, que mesmo sob o efeito de alucinógenos tem opiniões mais lúcidas do que o Caio, que pela cara deve no máximo tomar ponche no reveillon.

Vinicius (ex)Avallone

Engenhazo, interrogação

12/05/2010

Emerson (Fittipaldi ou Leão; se não é nenhum dois, não sei quem é), Apodi (triste), Aislan (saúde, exclamação), Aílson (deixa dilson, para com ilson, vamos nelson), Márcio Careca (esse eu conheço; é ruim pra cacete); Maycon (Marlon & Maycon, interrogação), Baiano (aqui na Bela Vista tem de monte), Paulinho (do blog), Pablo (qual é a música, interrogação), Diego Barboza (só conheço o Beto), Ronaldo (Cristiano, interrogação), Mazola (sei que tem um azeite com esse nome) e Reinald (Reinald-o).

Com Muricy Ramalho no comando eu não me surpreendo com nenhum resultado. Mas como dizem lá no Rio de janeiro, fala sério, exclamação. Qualquer time com um mínimo de pretensão de conquistar um título tem obrigaçào de ganhar de um time como o Guarani.

Vinicius (ex)Avallone, indo assistir A Rede Social

*Palpites lúdicos (menos o último): Fluminense 1 x 1 Guarani; Goiás 2 x 1 Corinthians; Cruzeiro 9 x 1 Palmeiras

E a mediocridade vencerá

12/04/2010

Na minha humirde opinião existe uma enorme escassez de talentos no futebol brasileiro. E digo isso baseado em fatos.

Veja o campeonato brasileiro. Quem foi revelado no torneio deste ano, interrogação. O jovem Ninguém. E o craque do campeonato, interrogação. Tudo leva a crer que o Conca será escolhido, que nem brasileiro é e, na meinha humirde opinão, é meia boca. Corre por fora o Montillo, outro argentino de futebol normal. Brasileiro, interrogação. Estão falando no Bruno Cesar. Para o mundo que eu quero descer.

E a crise de talentos não se restringe aos jogadores.

Os prováveis campeões deste ano são treinados por Muricy Ramalho e Tite. Acho que não preciso falar muito. O primeiro, embora seja tri-campeão, é um técnico de pensamentos covardes e táticas medíocres. Se aproveita da situação atual do futebol brasileiro, onde os demais treinadores conseguem ser mais incompetentes do que ele.  Até  o (ex)melhor de todos vive uma crise sem precedentes. Sobre o segundo, não preciso nem gastar meu tempo para esbordoar. Fora que é chato pra cacete.

Enfim, seja lá quem for o campeão brasileiro amanhã, no fundo o torneio premiará a mediocridade. Até quando, interrogação.

Vinicius (ex)Avallone, renovação já, exclamação

Quer que entrega ou vem retirar, interrogação

11/21/2010

Não adianta reclamar.

Não aconteceu nada de estranho para que se possa afirmar que o São Paulo entregou o jogo para o Fluminense.

O Rick ser expulso é absolutamente comum. Neste ano devem ter sido umas 12 vezes. Xandão, interrogação. Quem é Xandão, interrogação. O novo Dario Pereira, interrogação. Zagueiro grosso tem uma grande possibilidade de ser expulso em qualquer jogo.

E o Rogério Ceni bater roupa então, interrogação. É mais comum até do que o Rick ser expulso nos seus momentos transviados.

O que não é normal – e isso mostra que o São Paulo não facilitou a vida do time do Muricy – é o Jean acertar um lance e dar um passe perfeito para um gol.

Resta para o corintiano torcer para Dinei, Leandro Amaro, Gualberto, Patrick e, principalmente, o glorioso Rivaldo (aliás, não duvido que o Palmeiras ganhe do Fluminense por 1 x 0, gol do Rivaldo).

Vinicius (ex)Avallone, quer que entrega ou vem retirar, interrogação


%d blogueiros gostam disto: