Posted tagged ‘Fernandão’

A loira aidética

08/26/2010

O SPFC caminha a passos largos para a série B.

Com um elenco limitadíssimo e sem técnico (quem é você Baresi, interrogação), a agonia da torcida tricolor parece não ter fim.

Ontem, contra o glorioso Vasco, mais um show de horrores.

Para se ter uma idéia, o time chegou a ter em campo, em um mesmo momento, Jean, Casemiro, Carlinhos Paraíba, Souto, Fernandão e um tal de Marcelinho.

Por falar em Fernandão, nada melhor ilustra a condição deste cidadão do que aquela história da lindíssima loira da empresa, de seios turbinados, pernas torneadas e bumbum perfeito, mulher de tirar o fôlego, que todos, absolutamente todos, sonham e desejam…e quando um afortunado consegue pegar, descobre que a tilanga tem AIDS.

Fernandão, a loira aidética, exclamação.

Por Jota Barros, de volta e para ficar

Anúncios

Empurrar bêbado na ladeira

05/27/2010

Ganhar um clássico é empolgante. Natural.

Mas ganhar um clássico contra o Palmeiras de Parraga, Paulo Henrique, Maurício Ramos, Ewerthon, Belluzzo, Del Grande, Cipullo etc., de 1 x 0, com um gol irregular, é motivo para reflexão, e não de empolgação, exclamação.

Pelo nível dos clubes que ainda disputam a Copa Libertadores da América, a conquista do título pelo São Paulo é algo factível. Se tudo correr dentro do combinado, diria que o título é quase certo. É só não vacilar. Algo óbvio de se pensar, é verdade. Mas tem que ser enfatizado. Perder para um time que tem no ataque um jogador que se chama Valter é melancólico. Comparo a perder para um time que tem Parraga como técnico, ou Belluzzo como presidente.

O principal que o São Paulo precisa fazer para conquistar mais uma vez a América é ter foco. Esquecer o problema do Morumbi – aliás, o São Paulo tem que considerar que quem plantou a notícia sobre o Morumbi ficar de fora da Copa do Mundo foi o Juca Kfouri. E conter a empolgação que naturalmente se cria por torcedores e dirigentes do clube, que, feliz ou infelizmente, tem na alma uma mania de grandeza um pouco exagerada.

Vou citar um exemplo atualíssimo. Fernandão. Estão contando demais com ele na disputa do título da Copa Libertadores. Mas quem acompanhou o jogo de ontem pôde notar que o novo atacante do São Paulo não passa de um jogador mediano. Medíocre, no português casto. Os são-paulinos estão vendo nele uma estrela que não existe. Um estúpido pensamento, pois estão comparando Fernandão com Washington. Não entenderam ainda que qualquer jogador mediano comparado com o Washington é um craque. Menos o Robert, lógico.

Então, o São Paulo precisa neste momento de concentração, e não ficar se iludindo com uma magra vitória contra um time que hoje pode ser chamado de filial do Guarani na capital.

Vinicius (ex)Avallone, e lá vem a história do Kleber no Palmeiras novamente

Quem é você, Fernandão?

05/01/2010

Será que realmente vale a pena trazer Fernandão, interrogação.

A propósito, quem é Fernandão, interrogação.

O único time que esse cidadão fez algo de útil foi no Internacional. Pelo menos é o que dizem, pois sinceramente, e sem nenhum tipo de bairrismo ou parcialidade no comentário – até porque sou Jornalismo Futebol Clube – eu nunca vi Fernandão jogar 10% do que falam dele. Na final do mundial, por exemplo, eu vi Adriano Gabiru. A mesma coisa acontece com o Kaká. Em todos os jogos que assisto o Kaká jogar ele nunca faz nada. Talvez seja coincidência. Pode ser. Mas é bom que se diga que isso não acontece só comigo. Com a palavra o Primo Argentino.

E se o Fernandão realmente jogou tudo isso no Internacional, por qual razão não se cogita a contratação do jogador pelo ex-clube, interrogação. Não deixou saudades, interrogação. É no mínimo estranho que um time não manifeste o interesse em contratar seu maior ídolo (é assim que os torcedores colorados tratam o jogador).

E mais. Depois que o Fernandão desembarcou no Goiás o time simplesmente empacou. A chegada do jogador ao Goiás no campeonato brasileiro do ano passado foi um marco: antes o time brigava pela vaga na libertadores e depois pela permanência na série A. Nem o campeonato goiano o Goiás (atual campeão) conseguiu ganhar. Se não resolveu nem para o Goiás, será que resolve para o São Paulo, interrogação.

Repito. Será que vale a pena trazer Fernandão, interrogação.

Se for para saírem os jogadores que estão comentando – tais como Léo Lima, Marcelinho e Carlinhos Paraíba – vale a pena, poderia dizer algum são-paulino. O São Paulo nesse caso estará trocando 6 por meia-dúzia. E olhe lá, pois o salário que o Fernandão pedirá ao São Paulo paga os 3 jogadores tranquilamente. Aliás, não se pode deixar de comentar o planejamento 2010 do São Paulo Futebol Clube. A contratação da dupla de jogadores que colaborou para o rebaixamento do Coritiba – além, é claro, do zagueiro André Luiz e do volante Léo Lima – foi muito bem bolada. Nessas horas o filho não tem pai.

Vinicius (ex)Avallone, amigo do Fernandão


%d blogueiros gostam disto: