Posted tagged ‘Dunga’

Nem a Rede Globo escapou

06/21/2010

Nem a Rede Globo. Quem diria. Dá-lhe Dunga.

O detalhe é que o técnico tem que ganhar essa Copa do Mundo de qualquer maneira.

Do contrário se transformará no novo “Edir Macedo” da Rede Globo.

Vinicius (ex)Avallone, sou mais Dunga do que nunca

O exército de Dunga

05/11/2010

Como diria Celso Roth, “um bom time começa com 3 volantes”.

Dunga extrapolou no meio campo. Formou o maior exército de volantes de todos os tempos. E acrescentou um garoto propaganda. Futebol que é bom, nada.

Logo que saiu a lista, pensei em 2 jogadores: Kaká e Hernanes.

Kaká nunca foi jogador de criação. Nem no PSIII. É o chamado jogador de explosão. Bem fisicamente, pega a bola, corre, protege bem, e chuta. Mediano. Eu o comparo ao Viola. Não lança, não sabe gastar tempo, muito menos chama a responsabilidade, requisitos mínimos de um bom jogador de criação (saudades de Djalminha, Zico, Bandeira). Nem falta ele bate. Camisa 10 que é camisa 10 tem a obrigação de bater falta. Kaká nunca foi protagonista na seleção.

A melhor virtude de Kaká é ser bonito – é o que dizem, pois o único homem bonito que conheço é a Roberta Close. O Rivaldo, por exemplo, se não fosse uma fôrma de fazer lobisomen, teria pelo menos jogado a copa de 2006, quizás 2010. Um craque. Porém um craque desprovido de um mínimo de beleza. Ninguém, por exemplo, iria querer a figurinha dele. Que propaganda o Rivaldo poderia fazer? Assim não dá. Uma pena, pois futebol ele tem de sobra.

Quanto ao Hernanes, imagino a cabeça desse jogador. Foi preterido no maior exército de volantes de todos os tempos. Parem as máquinas, exclamação. Chance assim, nunca mais. O Josué foi. O Felipe Mello foi. Kléberson. Até Júlio Baptista. Meu Deus! É pra repensar a utilidade no futebol.

Por Primo Argentino, aposto no México

Sem surpresas na convocação da seleção

05/11/2010

Doni, Gomes, Gilberto, Josué, Ramires, Julio Baptista, Kleberson, Nilmar, Grafite. Não, não é uma lista de dispensa. São jogadores que representarão a seleção brasileira na África do Sul. Como diria nosso amigo Galvão Bueno, haja coração. Até pouco tempo atrás esses jogadores não serviriam nem para jogar no Fluminense.  Kleberson é um exemplo. Renegado, foi parar na reservas dos reservas do Flamengo. Mas para a seleção, segundo a convicção do Dunga, ele serve. Não serviu em 2006, mas hoje serve.

Uma coisa que não entendi foi a surpresa de muitos pelo fato do técnico Dunga ter chamado tais jogadores para a seleção que representará o Brasil na Copa do Mundo. O gosto pode ser questionado (a foto acima já revela o nível do gosto dele). E muito. Mas não se pode contestar que o Dunga teve uma certa coerência. Seguiu os princípios que atualmente norteiam as convocações da seleção brasileira. Levou jogadores de qualidade absolutamente questionável, porém com comprometimento para representar o Brasil (com algumas exceções, como Robinho, que não terá ninguém da turminha do oba-oba para fazer companhia a ele na noite africana).

Ora cara pálida, é o que Dunga vem fazendo desde que assumiu a seleção brasileira. Todos já deveriam estar preparados espiritualmente para ver, por exemplo, o Doni jogando a Copa do Mundo.  E olha que poderia ser pior. Nesses últimos anos já passaram pela seleção Jô, Bobô, Afonso, Gladstone, André Santos. Não gostou, torça contra. Pode apostar que muitos farão isso. Eu sou Jornalismo Futebol Clube. Até em se tratando de seleções.

Vinicius (ex) Avallone, faltou o Robert


%d blogueiros gostam disto: