Posted tagged ‘Atlético/MG’

Noite feliz para os eternos palestrinos

11/11/2010

O Palmeiras ganhou do time reserva, é verdade. Mas não acredito que o Atlético/MG se classificaria se o time titular jogasse. Ou alguém vai me dizer que o time jogaria melhor se entrasse em campo com o Zé Luis, Réver, Leandro, Nicão e Diego Souza, interrogação. Que eu saiba o Atlético/MG está aonde está no campeonato brasileiro graças a esses jogadores.

O primeiro gol foi do Marcos Assunção, só para variar, com ajuda de um pequeno desvio do zagueiro mineiro. O único que viu o desvio do Luan foi o Casagrande. Deve ser efeito de algo que ele ingeriu. E o segundo gol do Palmeiras saiu bem na hora que eu estava pensando no que vou escrever a seguir. Apesar do gol, não mudei de opinião. A escalação do Luan não vem dando certo. O jogador é muito fraco. Só acertou o chute no lance do gol devido a insistência. Todo jogo ele tenta pelo menos umas 8 vezes. Uma hora tem que entrar. É uma questão de estatística. Do Luan eu só gostei mesmo da homenagem às pessoas com reumatismo na comemoração do gol. Parabéns pela atitude.

A propósito, o Felipinho quer enganar quem, interrogação. Não adianta tentar esconder, pois o Luan não está jogando como atacante, sua posição de origem. Ele está atuando exatamente na mesma posição que jogava Rivaldo (que a qualquer momento pode voltar), ou seja, de quarto volante, invenção do técnico palmeirense. A diferença é que o Luan é “menos pior” do que o Rivaldo. Pior do que o Rivaldo, só ele mesmo sem uma perna. E olhe lá, pois é capaz dele perneta atrapalhar menos o time.

Vinicius (ex)Avallone, Neymar deve ter ficado feliz; uma fonte me disse que a foto acima de fato revela o seu time de coração, o que inclusive justifica seus últimos momentos de irritação

Anúncios

Será que agora vai, interrogação

10/07/2010

O resultado dos dois últimos jogos está deixando o torcedor do Atlético/MG esperançoso.

Se o time realmente conseguir fugir da zona de rebaixamento, os méritos inevitavelmente devem ser atribuídos ao técnico Dorival Jr. Coincidência ou não, eventual reação terá ocorrido a partir da contratação do ex-amigo de Neymar.

E se isso acontecer de fato, só espero que Vanderlei Luxemburgo tenha um mínimo de humildade e não  tente  desmerecer o trabalho de Dorival Jr. Não diga, por exemplo, que se ele tivesse continuado no Atlético/MG o clube também não cairia.

Vinicius (ex)Avallone

Era uma vez Dorival Jr…

09/27/2010

Será que o Dorival Jr. fez bem ao aceitar dirigir o Atlético/MG, interrogação.

Financeiramente pode ser que sim. Para a sequência de sua carreira, porém, pode ser que não.

A carreira do Dorival Jr. até então estava em ascensão. Conquistou dois títulos importantes pelo Santos neste ano. Até por conta do baixo nível dos treinadores (vide Luxemburgo e Felipão), não é absurdo dizer que Dorival é um dos melhores técnicos do Brasil na atualidade.

Por tudo isso, Dorival Jr. deveria pensar melhor antes de aceitar o convite do time mineiro. Para um técnico na situação dele, treinar o Atlético/MG hoje não acrescenta nada. Pelo contrário. Se salvar o time do rebaixamento, vão dizer que ele não fez mais do que a sua obrigação. E se cair, vai ficar marcado com esse dado negativo e, ainda, provavelmente vai ouvir Luxemburgo dizer que se ele tivesse continuado o time não cairia.

Que me desculpe quem torce para o clube, mas treinar o Atlético/MG de um bom tempo para cá é, na maioria dos casos, um retrocesso na carreira. Veja o que aconteceu com Vanderlei Luxemburgo.

Vinicius (ex)Avallone

Luxemburgo demitido outra vez

09/24/2010

No jogo em que o técnico Muricy resolveu jogar com dois atacantes, o Fluminense venceu o pobre Atlético/MG por 5 x 1. E de quebra derrubou Vanderlei Luxemburgo. Embora eu acredito que o que fez a diretoria decidir pela demissão do (ex)trategista não foi apenas a derrota para o Fluminense. Está na cara que o Atlético/MG tratou de agilizar o caminho para tentar agarrar Dorival Jr.

É a segunda demissão de Luxemburgo em pouco mais de 1 ano. Ou a terceira, se considerarmos a não renovação pelo Santos no começo deste ano como uma dispensa.

Para mim o (ex)trategista chegou no fundo do poço. Nunca o vi numa situação como a de hoje. Ainda sobraram resquícios de moral para conseguir emprego em algum time grande, porém a médio prazo vejo Luxemburgo sendo tratado como um técnico comum, da estirpe de Geninho e Nelsinho Batista. Sua única salvação é se tratar o quanto antes para largar o vício que vem atrapalhando sua carreira nos últimos anos.

Apesar dos pesares, deu pena do (ex)trategista ao ver a sua entrevista no final do jogo. Para quem se julgava o melhor do mundo – não sei se chegou a tanto, mas acho que pode ser considerado o melhor dos últimos 30 anos no Brasil – foi triste ver o técnico, com os olhos levemente molhados, pela primeira vez não colocar a culpa pelo seu fracasso em alguém. Sinal de que Luxemburgo realmente não é mais o mesmo.

Vinicius (ex)Avallone, resta a Luxemburgo torcer para o Atlético/MG cair, pois assim poderá dizer que o problema não era ele

Por falar em charlatonismo…

09/21/2010

Apesar de todo o investimento que foi feito na contratação de jogadores (se bem que alguns deles não estão rendendo nada), o Atlético/MG, que tem um elenco melhor do que muitos times por aí, está indo de mal a pior. No último final de semana conseguiu perder em casa para o Vitória – outro time em péssima fase – mesmo jogando com um jogador a mais desde o primeiro tempo.

Numa situação como esta, ordinariamente a culpa seria atribuída ao técnico. Ainda mais no Atlético/MG. Se Emerson Leão ou Celso Roth, dois dos últimos técnicos do clube, estivessem no comando do time, já teriam caído há muito e muito tempo.

No comando do time, porém, está Vanderlei Luxemburgo. A despeito de tudo o que está acontecendo, a diretoria do clube está poupando o (ex)trategista. O técnico, por sua vez, até agora não pediu demissão. Disse que não é covarde e que não vai abandonar o clube nessa situação.

Será, interrogação.

Quero ver qual será a posição do treinador quando, por exemplo, faltarem 5 rodadas para o término do campeonato brasileiro e o time estiver precisando de 4 vitórias para fugir do rebaixamento. Se bem conheço o (ex)trategista, ele realmente pode não pedir demissão. Mas é bem provável que arme alguma situação que torne impossível a sua manutenção no cargo pela diretoria. E depois de consumado o rebaixamento, dirá que o Atlético/MG não cairia se ele tivesse continuado no comando do time.

Vinicius (ex)Avallone

E o Atlético/MG conseguiu

08/29/2010

Não sei quem poderia ficar mais irritado se perdesse hoje. Se o torcedor do Atlético/MG, do (ex)trategista Vanderlei Luxemburgo, ou o do Palmeiras, do Luiz Felipe Scolari e seus esquemas obsoletos. Tenho certeza que os torcedores das duas equipes pensaram como o seu time poderia não estar ganhando do outro.

Tudo indicava que a vitória seria do Atlético/MG quando o time saiu na frente no placar. Não se via perspectiva do Palmeiras reagir, ainda mais com os 3 zagueiros e 5 volantes do técnico Scolari. Eis que o Fábio Costa, o melhor jogador do Palmeiras na partida, resolveu agir e o time do Vanderlei Luxemburgo sofreu a virada.Virada que veio justamente quando o técnico do Palmeiras afrouxou o ferrolho e tirou um dos 3 zagueiros para colocar um atacante (embora tenha, no mesmo instante, tirado o único meia para colocar um médio volante).

A propósito, está aí uma coisa que eu nunca vou entender. A maioria dos técnicos brasileiros tem a mania de começar a partida com o time na retranca, chamando o adversário para o ataque, e só vão para frente quando o time leva o gol – fato que costuma ser inevitável nesse tipo de esquema – sendo que em poucas vezes conseguem a virada. Ora, por que não começar com o time jogando para a frente desde o início, interrogação. É uma coisa tão óbvia. E o pior é que pagam quase R$ 1 milhão por mês para quem comete uma idiotice dessa.

Vinicius (ex)Avallone, e o Luxa segue firme

Contagem regressiva para a queda

08/08/2010

Neste sábado o (ex)trategista Vanderlei Luxemburgo deu um dos maiores sinais da sua decadência.

No duelo dos poliglotas, perdeu para o Botafogo do Joel Santana. Do Joel Santana, do Fábio Ferreira, do Leandro Guerreiro, do Marcelo Mattos, do Maicosuel etc. Parem as máquinas, exclamação.

Como desculpa para a sua clara incompetência, colocou a culpa na falta de entrosamento do time. Como se todos os demais times do campeonato brasileiro estivessem perfeitamento entrosados. O próprio Fluminense do Muricy Ramalho. Acabou de montar o time e, bem ou mal, é líder do campeonato.

Mas o pior é ouvir do técnico que irá cumprir o contrato com o Atlético/MG e que não tem como ir agora para o São Paulo. Ora Luxemburgo, primeiro tem que ver se a diretoria do Atlético/MG vai conseguir segurá-lo até o final do seu contrato. E segundo, você não tem mais essa moral toda para ser cogitado para treinar o São Paulo. Logo o São Paulo, que sempre rechaçou essa possibilidade.

Vinicius (ex)Avallone, se o SPFC realmente estiver interessado no (ex)trategista, será o sinal da decadência do time do Morumbi


%d blogueiros gostam disto: