Archive for the ‘corinthians’ category

No limite

03/01/2012

Esses dias eu vi um documentário sobre uma norueguesa que saltava de base jump. Ela vivia no limite. O que aconteceu com ela depois de tanto se arriscar, interrogação. Não vou entrar em detalhes, mas uma hora ela de deu mal.

O Corintia vive com essa norueguesa. Só ganha no sufoco, pelo placar minímo. Enfim, vive no limite. Ao invés de receber críticas, já que os adversários são de doer, a imprensa exalta o tal poder de reação do time. Ah se fosse qualquer outro time, o que diriam os jornais coloridos…

Até o Palmeiras, que joga com 3 volantes contra o fortíssimo Linense, infelizmente (porque assim o técnico acredita que está certo) consegue ganhar com mais tranquilidade.

A torcida do Corintia cai na conversa da imprensa e gosta do que está acontecendo. É aquela bobeira de sempre sobre a raça corintiana, que Corintia é isso, é sofrimento. Só que na raça o Corintia nunca foi campeão de nada importante.

Mas assim como a norueguesa, uma hora a sorte do Corintia vai acabar. E alguma coisa me diz que será na Copa Libertadores.

Vinicius (ex)Avallone

Anúncios

Já virou rotina

01/30/2012

Sai ano, entra ano, nada muda no Corintia.

As vitórias continuam saindo na bacia das almas. A arbitragem continua ajudando bastante.

Não é perseguição. São fatos. Sempre o Corintia é ajudado. Dos três jogos neste ano, em dois o Corintia foi beneficiado. Não é normal.

E não é que o Corintia é favorecido com erros normais da arbitragem. Erro normal acontece com qualquer time, contra ou a favor. É raro, mas o próprio Corintia sofre com erros normais. Um escanteio mal marcado, um lateral invertido, uma falta no meio de campo, um impedimento em um lance sem perigo etc. Nada muito relevante.

O que é impressionante é que quando acontece um erro fora do comum, um erro grotesco da arbitragem, invariavelmente favorece o Corintia. O lance de ontem foi absolutamente normal. Ainda que se possa dizer que houve carga do zagueiro em cima do jogador do Corintia, foi um lance normal. Nenhum juiz marca falta. Acontece uma vez a cada 10 anos. E a favor do Corintia, como naquela vez que o Adriano fez um gol de cabeça pelo SPFC num lance parecido e o juiz anulou o gol, favorecendo o clube de Itaquera.

Uma hora o esquema vai chegar na Sulamericana e a Libertadores será questão de tempo.

Vinicius (ex)Avallone

Copa SP vale alguma coisa, interrogação

01/25/2012

Não entendo a razão de tanto comemorarem essa tal de Copa São Paulo de Futebol Junior. É só porque passa na televisão, interrogação. Esse torneio não é sério. Para ser campeão se enfrenta times como Olé Brasil, Aquidauanense, Atlético Roraima, Colo Colo de Feira, Oratório, Taboão da Serra, Primeira Camisa… Meu Deus, exclamação.

Todo ano é a mesma ladainha. Os comentaristas de melhores momentos aparecem para dizer que a conquista da Copa São Paulo de Futebol Junior significa necessariamente que as categorias de base do clube vencedor são excelentes e estão rendendo bons frutos, raciocínio que a meu ver é estúpido.

Para que serve a categoria de base para um time grande, interrogação. Revelar jogador para o time principal. Nada mais. Pois bem. Esta é a quarta vez que o Corintia ganhou o torneio nos últimos dez anos. E quem o Corintia revelou para o time principal nesse período, interrogação. O Lulinha e o Dentinho. Não preciso dizer mais nada.

Outro exemplo. O Santos não ganha essa merda desde a década de 80, porém nos últimos anos revelou jogadores como Robinho, Diego, Neymar, Ganso etc. Não sou fã desses jogadores, mas reconheço que eles proporcionaram e proporcionarão muito dinheiro para o clube. Sinal de que as categorias de base lá funcionam para alguma coisa.

E mesmo se for para considerar título de categoria de base para avaliar alguma coisa, a Copa São Paulo de Futebol Junior não serve como parâmetro. Como observei linhas atrás, o campeão da tal de copinha disputa com time de bairro. Para o Corintia, o campeonato paulista seria mais importante. Esse mesmo time que jogou hoje ganhou, interrogação. Não. E a nível nacional, o campeonato brasileiro sub-20 é muito mais disputado. O Corintia sequer se classificou para a segunda fase do torneio.

Vinicius (ex)Avallone, o que não pode é pegar dinheiro público para construir CT para jovens e não ganhar do Sergipe

É o Messi, interrogação

01/05/2012

Corintia e São Paulo estão se matando por Montillo. Dizem que o primeiro fez uma proposta inacreditável pelo jogador. Tanto que o jogador já se manifestou publicamente sobre a pretensão de ir para o Corintia para fazer o seu pé de meia – como se não tivesse um contrato a cumprir com o Cruzeiro. O Kleber está fazendo escola. É a prostitutalização do futebol.

O Cruzeiro acabará liberando o jogador. É a melhor coisa a se fazer, pois a proposta também é boa para o Cruzeiro. Dizem que o Corintia pagará 8,5 milhões de euros pelo jogador. 8,5 milhões pelo “craque” que quase afundou o Cruzeiro para a segunda divisão. Que perde pênalti e coloca a culpa no filho doente. Que de tão bom nem é convocado para a seleção do seu país.

Ora, se o Montillo fosse o craque que todos estão achando o Cruzeiro disputaria o título. O máximo que ele conseguiu pelo Cruzeiro foi ser campeão do campeonato que disputa com seu freguês Atlético/MG. Na Copa Libertadores pipocou. No brasileiro quase caiu.Que craque é esse, interrogação.

Montillo é mais uma lenda do futebol brasileiro. É tipo um Acosta, um Guinazu. O tipo de jogador que todo mundo comenta porque ouviu falar bem e quando você para para vê-lo jogar se decepciona.

O futebol está indo de mal a pior.

Vinicius (ex)Avallone, e o Carlos Alberto, interrogação. Meu Deus, exclamação

Não mexe com quem está quieto

08/23/2011

A notícia do momento, para esquentar o clássico, é a revelação de que Kleber foi sócio da Gaviões da Fiel. Virou página inicial de Folha e Estado. O objetivo de provocá-lo deu certo. Mas não sei se a estratégia foi boa. Tenho a impressão que era tudo o que Felipão precisava.

Preocupam-me as consequências. Se o Gladiador acabar com jogo no domingo (contra Chicão e Castán, é perfeitamente possível), vai responder a provocação. E a resposta não deverá ser light. Aí, já sabem, os corintianos vão se rebelar, dizer que precisa respeitar o Corinthians, que lá é uma república, nação, aquele papo tosco e idiota de sempre.

Torcer para um time na infância e jogar noutro, ademais, não é novidade. Raí era palmeirense (saiu na ficha da antiga Placar). Viola era palmeirense. Rivelino, segundo a mãe de meu amigo Luigi, também era. Acho que o Alex, meio campo do Corinthians, também é, pois a família inteira dele é palestrina. Já ouvi dizer até que o Pelé era palmeirense, pois tinha familiares de Bari. O Neymar, ele mesmo, era palmeirense. Luis Fabiano e Marcos eram corintianos. Sócrates era santista. Casagrande é o que estiver mais perto. Dinamite era botafoguense (segundo o Eurico Miranda). Zico era vascaíno (tem foto dele com a camisa do time).

Lembra do advogado e verador José Izar? Elegeu-se com o slogan “corintiano vota em corintiano”. Mas ele sempre foi sãopaulino. Caio Ribeiro, se não era, virou corintiano. E por aí vai. Nossos comentaristas devem trazer mais revelações.

Por Primo Argentino, Zeca, o passarinho tricolor, já vestiu roupa do palmeiras quando criança.

Palmeiras poderá ter estádio da abertura da Copa

07/27/2011

Palmeiras e Corinthians brigam na Justiça por causa do ex-jogador em atividade Rogério (35 anos), que atualmente desfila a mediocridade de seu futebol no glorioso Gremio Osasco.

O assunto foi destacado no Jogo Aberto (Band) de hoje. Os imparciais Neto e Osmar de Oliveira estavam indignados com a mera possibilidade de o Timão ser cobrado pelo Palestra.

O Palmeiras venceu a disputa em segunda instância, conforme decisão do Tribunal de Justiça de São Paulo. Teria um crédito a cobrar de R$ 35 milhões de reais. Olha o prejuízo que um mediano volante gera.

Os imparciais comentaristas da Band disseram que a causa não está ganha, que o tema está em Brasília, que muita coisa deve rolar. Em parte, têm razão. Consultei o processo e vi que o Corinthians recorreu ao STJ e ao STF. E o Dr. Ferretti, consultor jurídico do blog, disse que esses recursos devem ser julgados entre 2 e 3 anos, num cenário de rapidez processual.

Isso é bom, interrogação. Nem tanto.

Enquanto os recursos do Corinthians não são julgados, o Palmeiras pode cobrar a dívida, ainda que de forma provisória. É o que está fazendo.

Já pode, por exemplo, penhorar créditos de transmissão de 2012, bilheteria, além de receitas de patrocínio. Se o advogado do Palmeiras for bom (o que duvido), vai dar trabalho. Não duvido o Palmeiras optar por penhorar o futuro estádio corintiano. Ou o naming rights, por exemplo.  Imagina: “Arena Credor Palmeiras”. Meu Deus, exclamação. Uma novidade no mundo esportivo.

Sem contar que a cada mês a dívida é atualizada em 1,5% aproximadamente. Bela aplicação.

Enfim, a resolução da causa ainda vai demorar. Mas até lá, o Timão poderá ter 35 milhões bloqueados. Por que será que o City pediu dinheiro adiantado por Tevez, interrogação.

Por Primo Argentino, mais um motivo para eu ser contra volantes no futebol

Será que Adriano vem mesmo?

03/30/2011

 

A imprensa carioca não tem poupado críticas a Luxemburgo pelo episódio Adriano. Diretoria e, principalmente, torcida, estão apenas aguardando o primeiro tropeço para escurraçar o técnico de lá.

Bem agora que Luxa, ao que parece (não ponho minha mão no fogo), voltou a se dedicar apenas ao futebol e ao poker. Voltou a falar sobre a filosofia do profissionalismo. Não é à toa que barrou Adriano, pois a mera imagem dele viola todos os princípios básicos dessa filosofia. O professor voltou, interrogação.

O problema é que essa seriedade contraria a filosofia do Clube de Regatas Flamengo. Fere a tradição rubro-negra. Coloca em risco a existência do clube.

Afirmo, Adriano estará no Flamengo para disputar o brasileirão 2011. E o Luxa, interrogação. De volta ao Corínthians.

Por Primo Argentino, se o Luxa voltar mesmo a ser o professor, sou mais ele


%d blogueiros gostam disto: